Somos a referência em soluções de metal forming.

Desafiamos os nossos Clientes a aumentar a sua competitividade utilizando soluções customizadas e de valor acrescentado, mantendo uma relação de proximidade e acompanhamento permanente, criando valor para o acionista.

Inovação tecnológica na sofisticação dos equipamentos desenvolvidos pelo departamento de Engenharia da ADIRA, fortemente apoiada nas parcerias com Universidades e Institutos.

MÁQUINA AM

Prémio Inovação Cotec 2017

GREENBENDER

Menção honrosa . Prémio Inovação da EMAF 2014

Aposta em máquinas de design moderno, com linhas ergonómicas que privilegiam a facilidade de utilização e a segurança do utilizador, criando condições de maior produtividade e qualidade acrescida.

Fazemos parte
de uma longa história

1956 1960s 1970s 1980s 1990s 2000s 2010s 2017 2020
1956 1960s 1970s 1980s 1990s 2000s 2010s 2017 2020

António Dias Ramos funda a ADIRA na Rua António Bessa Leite no Porto. A empresa permaneceu nessas instalações por largos anos. Apenas com 5 trabalhadores em 400m2 a fabricar tornos, fresadoras e máquinas de aplainar.

A empresa evolui para o fabrico de máquinas para o trabalho em chapa.

 

– Primeira guilhotina mecânica fabricada em Portugal.

 

– Primeira quinadora hidráulica fabricada em Portugal.

 

– Criação do Gabinete de Estudos.

 

– Primeira participação numa feira internacional e início das exportações.

 

– Primeira quinadora descendente inteiramente hidráulica.

Desenvolvimento e aperfeiçoamento tecnológico das máquinas sob os quadrantes mecânico, hidráulico, elétrico e eletrónico.

 

– Início da parceria com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

 

– Primeira quinadora hidráulica com sincronismo electrónico e controlo numérico.

 

– Início das exportações para Inglaterra e Alemanha.

 

– Início das exportações para o Japão.

 

– Primeira quinadora com comando numérico.

A era da digitalização e da exportação em grande escala.

 

– Desenvolvimento dos primeiros controlos gráficos 2D e 3D.

 

– Início das exportações para os EUA, Austrália e Médio Oriente.

 

– Certificação de segurança das máquinas exportadas para a França e Suécia.

 

– Primeiros passos de automação: alimentadores frontais, sistemas de manuseamento e armazenamento de chapa.

 

– Nova unidade industrial OXISOL em Vila Nova de Gaia: oxi-corte e rebarbagem: fornecimento das estruturas.

A assistência por computador e a certificação de segurança CE.

 

– Projeto de investimento em inovação e modernização: equipamentos de alta tecnologia, renovação de layouts, nova organização interna.

 

– Introdução das novas tecnologias de informação: CAD, CAM, Intranet.

 

– Primeiro produtor europeu a obter a certificação ISO 9000 e o primeiro no mundo a ter toda a sua gama de produtos com a certificação CE.

 

– Quinadoras com sistemas automáticos de compensação da deformação.

 

– Guilhotinas com sistema anti-torção.

 

– Diversificação de mercados para o Extremo Oriente, Oceânia e Espanha.

 

– Aquisição do maior concorrente nacional: Guifil , empresa de S. Mamede  de Infesta.

A entrada no novo milénio com as máquinas de corte por laser, robots e automatismos. Consolidação da presença internacional.

 

– Introdução das máquinas de corte por laser CCL.

 

– Utilização de motores lineares com ressonadores de laser DC SLAB.

 

– Expansão das células robotizadas de quinagem.

 

– Integração de sistemas automáticos de armazenamento de chapa.

 

– Abertura das primeiras subsidiárias: Adira France, Adira Uk e Adira Tech (USA).

 

– Estratégia de conquista dos mercados da Europa de Leste, Rússia e Brasil.

 

– Desenvolvimento de gama low-cost – Guimadira

 

– Venda da empresa a António Cardoso Pinto

Com António Cardoso Pinto como acionista e presidente, a ADIRA termina o seu envolvimento com a família Dias Ramos.

 

– Lançamento de novos modelos de máquinas laser: LE, LP e LF

 

– Lançamento da GreenBender, uma revolucionária quinadora híbrida, reconhecida internacionalmente.

– A ADIRA passa a ser propriedade do Grupo SONAE Capital, atualmente o seu único acionista.

 

Com esta aquisição, e com o desenvolvimento de cada uma das áreas de negócio já existentes, o Grupo Sonae Capital prossegue a trajectória de concretização do seu propósito estratégico e posiciona-se como um veículo privilegiado de criação de valor, com base no desenvolvimento e alavancagem das vantagens competitivas portuguesas”

Shaping the Future.

 

Dando início a uma nova fase empresarial, com um posicionamento mais competitivo e vanguardista, a Adira aposta no Fabrico Aditivo e em soluções à medida de cada Cliente. Com uma oferta de serviços e soluções mais abrangente, a par de uma transformação e reestruturação digital, a ADIRA abraça os desafios de futuro com maior eficácia e sucesso.

 

Valores

Inovação Permanente. Aposta na Liderança Tecnológica.

Missão

Ouvir os clientes e fornecer soluções inovadoras, customizadas e com eficiência, para corte e conformação de chapa sustentáveis, ao longo de todas as etapas/ necessidades dos clientes Adira, proporcionando-lhes competitividade a nível mundial.

Visão

Evoluir de “Líder Ibérico” para uma estrutura pluricontinental, a fim de estar mais perto de cada um dos nossos clientes e tirar partido das vantagens competitivas de cada delegação no mundo

Informação
Financeira

Junta-te
a nós

A Adira está em desenvolvimento e reinvenção permanente. A nossa equipa é reconhecida pelo talento e compromisso em superar as expectativas dos nossos parceiros. Todos os dias.

Adira no mundo